Home » Esportes » De virada, Flamengo bate Vitória, iguala pontuação do líder e pressiona Palmeiras

De virada, Flamengo bate Vitória, iguala pontuação do líder e pressiona Palmeiras

O Flamengo veio à Salvador com dois objetivos: derrotar o Vitória e colocar pressão no líder do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras. E conseguiu. De virada, o time carioca bateu a equipe baiana por 2 a 1, no Barradão, somando 46 pontos e igualando os paulistas na ponta.

fla
O rubro-negro carioca só não dormirá na noite deste sábado para domingo como líder porque o Palmeiras tem ótimo saldo de gols: 19 a 8. Mas o Flamengo conseguiu jogar a pressão para os paulistas, que enfrentam o Grêmio, às 18h30 (de Brasília), neste domingo.

Um empate em Porto Alegre já será comemorado pelos flamenguistas. Isso porque a próxima rodada terá o duelo entre líder e vice-líder do Campeonato Brasileiro, chance que o rubro-negro vislubra como ideal para assumir a ponta da tabela do torneio.

Os gols do Flamengo foram marcados por Fernandinho e Gabriel, aos 43 minutos do primeiro tempo e aos 14 do segundo, respectivamente. Eles também tinham sido decisivos na vitória contra a Ponte Preta por 2 a 1, na última quarta-feira.

Zé Love abriu o placar para o Vitória, ao finalizar de ‘carrinho’, aos 21 da etapa inicial.

Com o revés, o décimo em 24 partidas, o rubro-negro de Salvador vive um momento bem complicado no Brasileiro. É o 18º, na zona de rebaixamento, com 26 pontos.

SEM FICAR ABALADO

O Flamengo já tinha criado ao menos três lances para abrir o placar, mas duas vezes parou em defesas do goleiro Caíque e, em outra, finalizou para fora. O jogo parecia sob controle, mas um erro – e não foi defensivo – possibilitou ao Vitória marcar o primeiro tento do jogo.

O lance ocorreu aos 21 minutos. Primeiro, Diego Renan chutou de fora da área em direção ao gol. A finalização nem chegou a ameaçar, de modo que Muralha e a defesa flamenguista já estavam tranquilos, mas o atacante Zé Love desviou a bola no meio do caminho e marcou.

O gol não chegou a assustar o Flamengo, que prosseguiu com o mesmo ritmo de jogo inicial. Com mais volume, mais troca de passes e mais infiltrações, a equipe carioca manteve-se perigosa e raramente viu o rival baiano assustar Muralha.

Aos 43, Fernandinho empatou ao finalizar de cabeça, sem marcação. A jogada foi bonita. Willian Arão e Pará tabelaram pelo lado direito do ataque. Pará ficou em condições de cruzar e fez o passe de maneira precisa, na cabeça de Fernandinho para desviar e empatar.

VIRADA E PONTA

O Flamengo não mudou a estratégia de jogo no segundo tempo, mantendo o ritmo agressivo e de marcação no campo de defesa do Vitória.

Zé Ricardo deu ainda mais dinâmica ao time ao tirar Fernandinho, já cansado, e colocar Alan Patrick para fortalecer o meio de campo.

Aos 14 minutos, um rápido lance de ataque, Diego tabelou com Gabriel, que fez o segundo gol do time carioca, novamente em uma bela jogada ofensiva com a bola rasteira.

O Flamengo já estava administrando bem a partida e conseguiu uma ‘ajudinha’ do rival, que perdeu o lateral Diego Renan, expulso, aos 27 minutos do segundo tempo.

O jogo ficou complicado por conta de uma forte chuva que caiu no Barradão. Os últimos minutos foram jogados sob os gritos de ‘O campeão voltou’.

PRÓXIMOS COMPROMISSOS

Na quinta, o Vitória enfrentará o Internacional, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Já o Flamengo entrará em campo novamente na próxima quarta-feira, contra o Palmeiras, no Allianz Parque, em São Paulo, pela 25ª rodada do Brasileiro.

FICHA TÉCNICA:
VITÓRIA 1 X 2 FLAMENGO

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 10 de setembro de 2016, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Gustavo Rodrigues de Oliveira (ambos de SP)
Cartão amarelo: Cárdenas e Diego Renan (Vitória); Rafael Vaz (Flamengo)
Cartão vermelho: Diego Renan (Vitória)
Gols: Zé Love, aos 21 minutos, e Fernandinho, aos 43 minutos do 1º tempo; Gabriel, aos 14 minutos do 2º tempo

VITÓRIA: Caíque, Diogo Mateus, Ramon, Kanu e Diego Renan; Willian Farias, Serginho (Flávio) e Cárdenas; Marinho (Vander), Kieza (Euller) e Zé Love. Técnico: Vagner Mancini

FLAMENGO: Alex, Pará, Rafael Vaz, Réver e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Gabriel (Marcelo Cirino) e Diego (Mancuello); Fernandinho (Alan Patrick) e Leandro Damião. Técnico: Zé Ricardo

 

Fonte: ESPN.com

Powered by Dragonballsuper Youtube Download animeshow