Home » Esportes » Em ascensão, Vitória abre coletivo para imprensa e torcida

Em ascensão, Vitória abre coletivo para imprensa e torcida

Em três semanas, a cara do Vitória é outra: de uma equipe criticada pela torcida e afogada por polêmicas da diretoria, agora é de um time que está conseguindo se reerguer e retomar a confiança – a sua e a da torcida.

750_201789221417869

Tanto é que, nesta quarta-feira, 9, os portões do Barradão estavam abertos para torcedores e imprensa acompanharem um treino coletivo – raridade em se tratando do modus operandi do futebol atual, ainda sendo um time que, apesar da reação, ainda briga para sair da zona da degola.

A decisão do técnico Vagner Mancini de não fazer mistério não passou batida pelos jogadores. Para o atacante David, isso mostra que a comissão técnica não tem medo de ‘mostrar o jogo’

“Às vezes é bom deixar [o treino] entre a gente. O futebol está muito visto, todos os times sabem o que acontece. O tático e o coletivo foram abertos. E, se ele deixou aberto, é porque não tem nada a esconder”, disse o atleta.

No treinamento, Mancini fez armou o provável time para o próximo jogo, com o retorno de Uillian Correia – que cumpriu suspensão contra o Flamengo por conta do acúmulo de cartões amarelos – Patric no lugar de Yago e o zagueiro da base Bruno na vaga de Wallace.

No entanto, a assessoria do Vitória prefere despistar. “Uillian Correia voltou ao meio, o garoto Bruno foi testado na zaga e Patric treinou no lugar de Yago. Porém, a escalação segue indefinida”, pontuou.

Para David, tudo mostra o quão à vontade está a equipe. Dentro e fora de campo. Nesta quarta, no dia em que completava 25 anos, o lateral Caíque Sá foi ‘perseguido’ pelos colegas para ganhar ovadas pelo aniversário. David não nega que essa lua-de-mel seja fruto do bom momento em campo: dos últimos nove pontos disputados, foram sete conquistados, com um empate e dois triunfos.

“Isso mostra como é bom ganhar. Desde a chegada de Mancini a gente mostrou outro time em campo, com outra garra, dedicação. Não que não tivesse antes, mas ele conhece muito a cara do Vitória e ele deu essa autoestima pra gente. A gente entendeu a filosofia dele. E graças a Deus a gente conseguiu fazer esses bons três jogos e começar a sair da zona de rebaixamento”, acrescentou o atacante.

Fonte :Jornal  Atarde

Powered by Dragonballsuper Youtube Download animeshow